sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Steam no Linux!

Na verdade no Ubuntu, a única distribuição suportada pela Valve, produtora do Steam!

Steam: Nativo em Linux!!

Hoje, baixei o cliente Steam pra Linux e, como já sabia, recebi uma mensagem dizendo que o beta era fechado apenas para algumas pessoas. Depois de uma rápida manhazinha conseguida no UbuntuBRSC, (link com a "manha" pra "burlar" o beta fechado) o Steam rodou sem maiores problemas no meu Ubuntu 12.10 de 32 bits!  

Interface Steam Big Picture Mode
Clique nas imagens para ampliá-las


Interface
O cliente Ubuntu já vem com o modo "Big Picture", no qual o Steam é executado em tela cheia. Existe até uma maneira de iniciar uma sessão do Ubuntu exclusiva para o cliente da Valve em Big Picture Mode que você confere no OMGUbuntu!

Interface prazerosa 

É uma interface muito bonita e polida. Focada na experiência da própria navegação. Todas as transições tem animações bonitas e que rodam relativamente bem no Ubuntu. A suavidade não é o que deveria no sistema Laranja, mas nada que atrapalhe a experiência final.

Animações descoladas!

Hardware
Aqui tenho um Notebook Acer Aspire 5552, AMD Phenom(tm) II de três nucleos, com uma ATI  Radeon HD 4250, 4 GB de RAM, uma maquinazinha ma ou meno...... no Windows.

Não adianta, não sei se por incapacidade minha ou do sistema, o driver proprietário da ATI roda pior que o driver Open que vem com o Ubuntu. O problema é o suporte ao 3D, que nunca foi lá grandes coisas, pelo menos pra mim. Imaginei que por isso, pouquíssimos jogos da já mirrada lista voltada a Linux rodaria na minha máquina. 

Compatibilidade
O primeiro jogo que testei foi Killing Floor, primeiro por gosto pessoal e depois por ser um desafio para o driver rodar um jogo 3D com relativa qualidade gráfica.
Para meu total espanto o jogo rodou 100% (com a qualidade mais baixa possível, novos testes são necessários, rere). Joguei uma partida considerável em modo Singleplayer sem maiores problemas. 

Detalhes da conta Steam em Glorious Full Screen
No Linux!

O pior é que o único Crash acontece bem na hora de tentar tirar um print do jogo! Por isso a falta de fotos da partida.

Rodou, 
pena que não deu pra tirar foto! ¬¬

Quanto ao som, existem alguns problemas de incompatibilidade com os gerenciadores de som do Linux. Sempre que começo, o Steam Big Picture Mode, ou algum jogo, sempre preciso esperar alguns minutos até que o som se normalize e fique sem chiados e sons fantasma. O driver de áudio deve ser o principal responsável por isso, visto que o VLC apronta umas dessas de vez em quando.

Bugs
Aqui, o Steam apresentou alguns bugs, dois jogos que tentei instalar, simplesmente não iniciam, retornando uma mensagem sobre um arquivo executável faltando! Não consegui encontrar nenhuma referência na ajuda da Valve! Mas como já disse, é um Beta experimental fechado. Normal!

Resumindo
O Steam pra Linux ainda está em beta fechado e já é a melhor experiência de distribuição digital no Linux no momento. Exitem bugs, mas são mínimos e provavelmente fáceis de arrumar até a versão em beta aberto. 
O Steam pra Linux abre uma nova era na distribuição de jogos. Os jogos fazem parte da cultura moderna e agora são uma realidade no Linux. Algo que muita gente cogitou jamais acontecer. A Valve está sendo muito inteligente em apostar nesse campo. 
O investimento necessário é minúsculo: Reprogramar um cliente para um novo sistema operacional! Como o Steam é totalmente voltado a Web, foi só reescrever o cliente para usar a interface do Ubuntu. Outras ações, se duvidar, já eram feitas em servidores Linux! 
O mercado que isso pode gerar é imenso. Desenvolvedores de software e hardware se juntaram a Valve: para otimizar os códigos de seus jogos, para drivers mais estáveis (a Nvidia está lançando drivers excelentes para Linux), para jogos que rodem em OpenGL, e para apoiar os próprios desenvolvedores do OpenGL.

Como sempre a Valve abre novos mercados já como líder em qualidade e experiência do usuário. O Steam para Linux é uma realidade muito bem vinda, para qualquer gamer!


Sites de interesse:

5 comentários:

vitorgatti disse...

Já reportou formalmente os bugs no fórum da Valve? Muito importante para evitar bugs estranhos quando o Steam de Linux for liberado para todos! :-)

Anônimo disse...

Bacana! Valeu pelo post!

Daniel San F. da Rocha disse...

Legal o poste, mas só para constar aqui na minha casa não tive problemas com o som no jogo Serious Sam 3 :D.

Movido a Vapor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Movido a Vapor disse...

Estou reportando constantemene os Bugs! Obrigado pela lembrança vitorgatti!

Daniel:
Eu acho que é meu hardware mesmo" :(
Valeu pela informação!